Proposta Pedagógica

O Colégio de Aplicação tem como proposta pedagógica a criatividade, a qualidade de integração das coisas e das pessoas, para uma grande realização educacional no Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e no Ensino Médio (1º ao 3º ano). Entre os princípios desta instituição, o comprometimento com a formação cidadã consciente e participativa na sociedade em que o estudante está inserido é primordial para a educação. Junto, ainda, à necessidade promover acesso ao conhecimento historicamente e sistematicamente construído, objetivando a produção de novos conhecimentos.

Para o ano de 2019, o Colégio de Aplicação apresenta duas metas que guiam a Proposta Pedagógica e o ensino promovido aos estudantes. Para a escola é necessário, primeiramente, desenvolver a aprendizagem de uma maneira criativa e prazerosa através de eventos nas áreas da Linguagem, Matemática, Ciências humanas e da Natureza. A segunda meta desenvolvida pela instituição refere-se à necessidade de socializar o conhecimento adquirido no ano e as experiências bem sucedidas para toda a comunidade no nível individual e científico.

Através desta proposta, a Gestão Educacional procura realizar um esforço coletivo para vencer barreiras que inviabilizem a construção de uma escola que eduque para o exercício total da cidadania, buscando a transformação social por meio do processo de ensino e aprendizagem. Consequentemente, buscamos trabalhar os saberes para produção das bases de uma nova sociedade que se distancie do atual modelo que gera desigualdade e exclusão social.

O Colégio de Aplicação Bel. Mário Bezerra valoriza a pedagogia e procura com isso divulgar a necessidade do acompanhamento individualizado e diferenciado de seus estudantes para a formação de um estudante crítico e participativo. Estudante este que terá o interesse pela diversidade de cultura, filosofia, ciência e tecnologia ensinados no ambiente escolar junto a docentes qualificados. Por fim, os objetivos gerais para a educação da instituição são:

  • Resgatar a intencionalidade da ação educativa;
  • Superar o caráter fragmentado dos fazeres da escola;
  • Gerar esperança, solidariedade e parceiras;
  • Desenvolver o pensamento igualitário, fraterno e libertário;
  • Garantir a participação de todos na gestão democrática;
  • Intensificar a participação e formação integral do educando, preparando-o efetivamente para o cumprimento de seu papel sócio/cultural/científico-tecnológico;
  • Formar um cidadão completo.